Militares recebem denúncia e apreendem armas de fogo no Nossa Senhora das Graças

361
Um revólver calibre 38 e a réplica de uma pistola foram apreendidos e encaminhados à Delegacia. FOTO: Divulgação PM

Uma pessoa ligou para o número 190 da Polícia Militar e passou informações sobre dois indivíduos que estariam transitando armados pela rua Primeiro de Maio, no bairro Nossa Senhora das Graças. Eles teriam a intenção de matar um morador dessa rua, de nome Samuel Ancelmo de Araújo. Diante da gravidade da denúncia, a PM montou uma operação, a fim de evitar o homicídio e prender os envolvidos. Enquanto os policiais vasculhavam os becos do bairro, viram os suspeitos, um dos quais carregava um revólver nas mãos. Ao avistar os militares, ele apontou a arma e ameaçou atirar.

Os militares mandaram os suspeitos entregarem a arma, mas não foram atendidos. Diante da iminência da agressão, um dos policiais atirou três vezes com uma pistola .40 e o seu parceiro fez dois disparos de pistola 9mm, sem acertar os agressores. Os indivíduos saíram em fuga, pulando os telhados de várias casas, quebrando alguns deles.

A polícia fez um cerco na região e localizou C.P.R.S., 22 anos, que estava escondido dentro de uma caixa d’água vazia, no quintal de uma casa abandonada. Outro suspeito foi localizado debaixo de uma mesa. D.R.S., 24 anos, apresentava um corte profundo no rosto e escoriações diversas, provenientes da tentativa de fuga pelos telhados. Ao fazerem buscas no telhado da casa onde ele foi encontrado, os policiais encontraram um revólver de marca Rossi, calibre 38, com numeração raspada e carregado com cinco cartuchos.

Os policiais fizeram uma consulta ao sistema de segurança e constataram que havia um mandado de prisão em aberto contra C.P., que foi preso em flagrante, por porte ilegal de arma de fogo e ameaça.Ainda na abordagem, foi localizado no bolso da bermuda de D.R. uma chave de veículo. Constatou-se que o veículo – um Voyage de cor prata – era produto de roubo.

Ao ser questionado sobre o veículo, C. disse que estava estacionado na rua Tancredo Neves. Disse também que veio de Belo Horizonte há poucos dias, trazendo o referido veículo, que foi roubado por ele no dia 24 de março deste ano na cidade de Contagem, na região metropolitana. O veículo foi localizado e apreendido, sendo recolhido a um pátio credenciado do Detran. No interior dele havia uma réplica de arma de fogo.

O homem que seria assassinado foi localizado e disse aos policiais que é tio de um rapaz que cometeu um homicídio no último dia 18. Ele reconheceu os dois suspeitos pelo álbum de fotografias apresentado pelos policiais. Os homens foram presos e conduzidos à Delegacia Regional.