Menor mata rival com três tiros no bairro Santa Rita

155
Fábio foi morto porque o assassino disse que ele teria tentado matá-lo no dia anterior.Foto: Divulgação

Um homicídio foi registrado pela Polícia Militar na noite domingo na rua Antônio Trajano, no bairro Santa Rita. Por volta das 20h30, um menor de 15 disparou várias tiros contra Fábio Teodolino Bazil Filho, 20 anos, que ficou gravemente ferido e foi socorrido pelos militares, mas, quando chegou ao Hospital Municipal, ele já não apresentava os sinais vitais.

Várias equipes da PM foram empenhadas na ocorrência. Segundo informações, o criminoso fugiu de bicicleta depois do crime. Em contato com testemunhas, os policiais localizaram um rapaz que disse que estava em sua companhia no momento dos disparos. Ele contou que estavam sentados na calçada conversando sobre diversos assuntos. Em dado momento, a vítima disse que ia em casa pegar fumo e saiu. Logo que ele deixou o local e virou a rua seguinte, passaram dois rapazes suspeitos de bicicleta. O amigo de Fábio disse que ainda tentou avisá-lo, mas não deu tempo.

Os policiais seguiram na procura do suspeito e somente na madrugada de ontem o encontraram escondido em uma casa na Ilha dos Araújos. Ao conversar com os policiais, ele assumiu a autoria do crime e disse que usou um revólver calibre 32, que foi escondido em sua residência, no bairro Santa Rita. Sobre o motivo, ele disse que um dia antes foi vítima de uma emboscada e que Fábio estaria envolvido. “Era ele ou eu”, disse o menor ao justificar o crime.

De acordo com o médico que atendeu Fábio, ele levou três tiros no peito que atravessaram seu corpo e saíram do lado esquerdo das costas. Depois de confessar o crime o menor foi apreendido e levado ao Hospital Municipal, onde passou por exame de corpo de delito. Depois foi encaminhado à Delegacia Regional, onde foi entregue ao delegado de plantão. Um inquérito já foi aberto para apurar os fatos.