Maria Barbuda é a mãe

O saudoso ex-prefeito de Curitiba Maurício Fruet, uma figuraça, incorrigível gozador, estava em campanha para deputado federal, em 1986, em dobradinha com Paulo Furiatti (estadual). A caminho de um pequeno distrito de Antônio Olinto (PR), ele avisou a Futiatti para tratar muito bem a “Maria Barbuda”, dona de um bar que controlava uns cem votos, na localidade. Só não avisou que a mulher odiava o apelido. Ao chegar, Furiatti foi caloroso:

– Dona Maria Barbuda! Agora tenho honra de conhecê-la pessoalmente!

Fruet teve 1.300 votos em Antônio Olinto; Furiatti, cem a menos.

___

Com André Brito e Tiago Vasconcelos | www.diariodopoder.com.br