“Lula é um caudilho sul-americano corrompido”

0
555

Ciro Gomes (PDT), ex-candidato a presidente, sobre o político preso por corrupção

 

ANP afronta a Justiça para impedir venda direta

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) ignora sentenças judiciais, desdenha do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica do Ministério da Justiça) e manda às favas até mesmo as conclusões dos seus próprios grupos de trabalho, todos determinando a liberação da venda direta de etanol aos postos de combustíveis. A medida tornaria o álcool hidratado mais barato para o consumidor, que ficaria livre do custo dos distribuidores, que atuam no mercado como atravessadores.

Cartório bilionário

A resolução nº 43/09 da ANP tornou exclusiva a venda de combustíveis pelos distribuidores. Nascia o cartório bilionário dos atravessadores.

Dez anos de exploração

Desde 2009, produtores de etanol lutam contra a resolução do governo petista que os impede de vender diretamente aos postos.

Fazendo de conta

A ANP chega a recomendar a venda direta em seus grupos de trabalho, mas não faz nada. Atravessadores, penhorados, agradecem.

Consumidor prejudicado

A demora da ANP em liberar a venda direta concentra ainda mais o mercado e faz do combustível brasileiro dos mais caros do mundo.

Diesel no Brasil é um dos mais caros do mundo

A Petrobras tenta fazer acreditar em “preço justo” do diesel, divulgando que o valor na bomba está 13% abaixo da média mundial. Mas isso é uma lorota. A comparação deve ser feita com países com produção semelhante. Enquanto no Brasil um litro do diesel custa US$ 0,91, nos Emirados Árabes o diesel é 25% mais barato (US$ 0,68 o litro), e no Kuwait, que produz menos que o Brasil, custa US$ 0,38 ou 58% menos.

Explica aí, Petrobras

Na América do Sul, Venezuela, Equador, Bolívia, Colômbia, Paraguai e Chile cobram menos pelo diesel e todos produzem menos que o Brasil.

Confusão mental

A Petrobras enviou nota citando o site globalfuelprices.com como fonte de comparação de preços. Só que o site simplesmente não existe.

Exceção chinesa

O único país que produz mais petróleo que o Brasil e pratica preços mais altos do diesel é a China, mas lá ninguém pode reclamar.

Bem na foto

Segundo o Paraná Pesquisa, a maior aprovação de Jair Bolsonaro no Rio é entre jovens de 16 a 24 anos: 56,6%. Já o governador Wilson Witzel faz sucesso entre os homens: quase 63% o aprovam.

Prestígio lusitano

O VII Fórum Jurídico, que começa hoje e vai até quarta (24), em Lisboa, contará com a presença dos presidentes Davi Alcolumbre (Senado) e Rodrigo Maia (Câmara), além do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e dos governadores Ibaneis Rocha (DF) e Camilo Santana (Ceará).

Contra o abandono

A Comissão Mista da MP 862, que cria a região metropolitana do DF, incluindo 33 municípios do entorno, atualmente abandonados, deve votar o relatório do deputado José Nelto (Pode-GO) nesta terça (23).

Puro fingimento

Roberto Castello Branco comparou a Petrobras à Ambev. Não deveria. A Ambev é privada e tem concorrentes no País. Bem ao contrário da Petrobras, que finge ser privada somente na hora de definir preços.

Sempre os cargos

A demissão do general Marco Aurélio Vieira na Secretaria Nacional de Esportes deve render. No Planalto, atribuem sua queda a conflitos com o ministro Osmar Terra (Cidadania) no preenchimento de cargos.

Muda opinião?

Sindicatos de professores odeiam os tucanos, mas não as benesses: João Doria anunciou bônus de R$ 425 milhões para 187 mil servidores da Educação de São Paulo. São R$ 110 milhões a mais que em 2018.

30 anos no STF

O ministro mais antigo do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, irá completar trinta anos no cargo em 17 de agosto. Em 1º de novembro de 2020 atingirá a idade-limite de 75 anos e se aposentará. É desejo do ministro voltar a residir em sua cidade natal, Tatuí (SP).

Otimismo pós-Páscoa

O barulho foi grande e demorado, mas foi só barulho. É a previsão de líderes do governo sobre a votação da reforma da Previdência na CCJ, onde esperam ter até 45 dos 66 votos da comissão a favor da PEC.

Pensando bem…

…enquanto o ex-presidente corrupto do Peru se mata de vergonha, no Brasil, político corrupto, já preso, é quem nos mata de vergonha.