Homem sai dizendo que mataria um, mas acaba morto com cinco tiros

A polícia ainda não sabe quem são os suspeitos de assassinar Jhonatan.Foto: Alex Eller

Um homem foi morto a tiros no final da tarde de domingo, 4, com três tiros na cabeça e dois no peito, enquanto participava de um churrasco em um bar localizado na esquina das ruas Rubi e Coqueiral, no bairro Turmalina. Os policiais que fazem o patrulhamento da área notaram um grande número de pessoas aglomeradas ao lado do corpo da vítima, que já não apresentava os sinais vitais. Foi feito contato com a perícia, que foi ao local, recolheu o corpo e o encaminhou ao Instituto Médico Legal (IML), para ser examinado.

De acordo com o boletim de ocorrência, o dono do bar onde aconteceu o crime disse que Jhonatan Ramos de Souza, 30 anos, estava bebendo junto com amigos que faziam um churrasco e, em determinado momento, deixou o local dizendo “hoje eu mato um”. Logo depois, ouviram-se os tiros. Quando foram ver, encontraram a vítima caída no meio da rua.

Os policiais tentaram identificar o suspeito do crime através de uma câmera de segurança existente em uma mercearia próxima, mas não foi possível. Um suspeito foi apontado pelas testemunhas e os militares foram até a casa dele, mas não o encontraram. A ocorrência foi entregue na Delegacia de Homicídios, para que possa iniciar as investigações a fim de descobrir quem foi o autor e qual a causa do crime.