HÁ / A – MAL / MAU

Há certas lições de português que precisam ser relembradas de tempos em tempos. São expressões, palavras, flexões e concordâncias muito usadas, e é bom dar uma “lustrada” nelas volta e meia. É o caso das palavras que encimam esta matéria.

HÁ é forma do verbo haver, usada quando significa “existe / existem” ou quando equivale a “faz”. Neste último caso, refere-se a tempo transcorrido, a tempo passado: Ele passou aqui HÁ (faz) duas semanas. / Visitei-a HÁ (faz) poucos dias.

Esse verbo haver é muito perigoso e está sempre presente em questões de provas de concursos e vestibulares. Tome muito cuidado com ele. Também não vai para o plural quando equivale a ACONTECER ou OCORRER: No mês de maio HÁ (acontecem, ocorrem) muitas festas na Catedral. Em qualquer tempo, com esses significados, não tem plural: haverá, houve, haveria, havia, etc.

Como afirmei acima, HÁ também pode ser substituído por EXISTE ou EXISTEM: Nesta casa HÁ (existe) uma pessoa a quem amo profundamente. / Aqui HÁ (existem) pessoas a quem amo profundamente. Observou que mesmo quando pode ser trocado por EXISTEM o verbo haver não vai para o plural? Sabe por quê? Porque quando ele é sinônimo de existir, ocorrer ou acontecer não vai para o plural, pois é um verbo impessoal. Os verbos impessoais não têm plural. Guarde bem isso.

Para relembrar: você reconhece que um verbo é impessoal quando antes dele não se pode usar um pronome pessoal do caso reto: eu, tu, ele, nós, vós eles. Tente usar um desses pronomes com os exemplos dados e confirmará isso.

A é usado quando indica tempo futuro ou distância entre dois pontos. Para você entender melhor, veja os exemplos com A e HÁ: Chegou HÁ cinco minutos. / Sairá daqui A duas horas. Observe que o tempo do verbo de HÁ é passado e o de A é futuro (chegou/sairá). Veja também: Daqui A BH são 310km (indica distância).

Duas palavras que também trazem algum embaraço é MAL e MAU: Ele está mal. / Ele é mau. Grave o seguinte “macete”: MAL é o contrário (antônimo) de BEM; MAU é o contrário de BOM. Então, acabou o segredo! Naquelas duas frases, faça a substituição e verá que dá certo: Ele está BEM. / Ele é BOM.

Cuidado ao cumprimentar uma pessoa. Não pergunte: Você está BOM ou BOA? Pergunte sempre: Você está BEM?

Ilvece Cunha | Professor de Português  | ilvececunha@hotmail.com