Exposição Mineiridades chega a Valadares

427
A mostra tem entrada gratuita e pode ser conferida de segunda-feira a sábado, das 10 às 22 horas, e no domingo, das 12 às 18 horas.FOTO: Eduardo Lima

Quem passar pelo GV Shopping vai encontrar um pedacinho da história de Minas Gerais. Até o dia 28 de fevereiro a exposição itinerante “Mineiridades”, promovida pelo Memorial Minas Gerais Vale, estará em Governador Valadares. A mostra contém parte de algumas salas do Memorial da Vale, como barroco mineiro, fazendas, caminhos e descaminhos do Vale do Jequitinhonha, além da releitura de outras regiões do Estado, levando os visitantes a vivenciarem a essência de ser mineiro. A mostra tem entrada gratuita e pode ser conferida de segunda-feira a sábado, das 10 às 22 horas, e no domingo, das 12 às 18 horas.

A exposição resgata memórias afetivas de Minas Gerais, levando os visitantes a explorarem as riquezas do Estado, por meio de sons, imagens e obras de artes em exposição. Mineiridades ainda tem espaço para o artesanato e o vestuário do Vale do Jequitinhonha, com destaque para as Semaninhas, um conjunto de sete peças bordadas para lembrar às donas de casa as tarefas dos sete dias da semana.

As fazendas mineiras também foram contempladas, com painéis de áudio e vídeo. Este último dividido em quatro, sendo eles: Caminho dos Currais de São Francisco, um dos mais antigos de acesso às minas, ligando as fazendas de gado da beira do rio das Velhas e do São Francisco ao porto de Salvador; Caminho Velho, primeira rota de abastecimento da região das minas; Caminho do Mato Dentro, que ligava Vila Rica à única região mineradora capaz de produzir diamantes; e Caminho Novo, criado para reduzir o percurso entre o Rio de Janeiro e a região mineradora.

Quem entrou no GV Shopping apenas para fazer compras ou ir ao cinema não deixou de matar a curiosidade ao entrar no Memorial, que é acompanhado de perto por assessores técnicos da Vale. “Aproveitei para entrar e ver um pouco sobre a história de Minas Gerais. Tenho amigos que moram em Jequitinhonha e nunca me contaram sobre essas histórias. Vale a pena vir visitar”, comentou o comerciante Elder Fernandes.

A exposição contempla, ainda, as celebrações mineiras, festas e tradições do catolicismo, numa espécie de altar, gavetas com recortes da história de Minas, uma sala sobre o minério e outro espaço interativo que proporciona uma viagem sobre a mineração, com curiosidades.

Na exposição o visitante também interage com uma realidade virtual, enxergada por meio de óculos tecnológicos, seguindo os comandos passados por um fone de ouvido e utilizando as próprias mãos. A exposição Mineiridades pode ser conferida até o dia 28 de fevereiro.

por Eduardo Lima | eduardolima.drd@gmail.com

 

A mostra tem entrada gratuita e pode ser conferida de segunda-feira a sábado, das 10 às 22 horas, e no domingo, das 12 às 18 horas.FOTO: Eduardo Lima