Entrevista forçada

520

Lula sabia lidar com pinguços. Em agosto de 1989, quando ainda usava voos comerciais, aguardava o embarque no bar do aeroporto de Brasília quando um homem alcoolizado o reconheceu e puxou papo. Para se livrar dele, Lula fez a festa de um repórter cuja presença até então ele tentava ignorar. Ligou o gravador, que estava sobre o balcão, e se desculpou: “Agora não dá, preciso dar uma entrevista exclusiva ao amigo aqui…”

___

Com André Brito e Tiago Vasconcelos | www.diariodopoder.com.br