Ensino integral é destaque na Escola Estadual Abílio Rodrigues Patto

Alunos da Escola Abílio Rodrigues Patto destacam o conteúdo diferenciado oferecido pelo ensino integral.Foto: Divulgação

A política da Educação Integral e Integrada vem se fortalecendo cada vez mais no ensino médio nas escolas mineiras. Prova disso é a Escola Estadual Abílio Rodrigues Patto, em Governador Valadares. A instituição de ensino vem colhendo resultados significativos na formação dos alunos. Ela faz parte das 47 Superintendências Regionais de Ensino (SREs) contempladas com o programa do Ministério da Educação (MEC): Escola de Educação Integral e Integrada Ensino Médio. Neste ano serão abertas quatro turmas. As matrículas podem ser feitas até o dia 28 de fevereiro. As aulas estão previstas para começar em março.

Para o ano letivo de 2019 serão oferecidos turmas de tempo integral e integrada e ensino técnico, sendo que cada turma pode conter 40 alunos. Conforme informações da direção da instituição, o objetivo do programa Escola de Educação Integral e Integrada Ensino Médio é melhorar o desempenho dos alunos para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Para o diretor da escola, Ronaldo Castro, é um privilégio a instituição ser a única em Valadares a ter Educação de Integral e Integrada Ensino Médio. “Começamos no ano passado, com apenas três turmas. Os alunos que participaram tiveram uma educação diferenciada, com aprofundamento em todas as disciplinas. Somos privilegiados em ter ensino de tempo integral na nossa escola. O processo de educação é visualizar o futuro dos nossos alunos e promover a formação integral não apenas nos conteúdos básicos, mas em outros conteúdos no ensino técnico e territorial. Para 2019 nós já temos visitas técnicas agendadas para a Cenibra, Ouro Preto, Diamantina, e em cada lugar teremos momentos de palestras e partilha dos alunos”, explicou.

A proposta da Escola Abílio Rodrigues Patto é dar opções de conteúdos para os alunos escolherem. Os conteúdos diferenciados para cada turma são: aprofundamento do Enem em biologia e química, aulas de redação, introdução ao jornalismo, práticas radialistas, introdução às engenharias, pesquisa e intervenção, primeiros socorros, xadrez e aulas de dança. “O fato de eles participarem sem ser obrigados já nos dá motivo de orgulho. Dar essa oportunidade da inclusão social é uma honra e um desafio para nós. Aqui os próprios alunos participaram da escolha dos professores e conteúdos; todas as turmas foram convidadas a participar, ninguém foi obrigado”, ressaltou Ronaldo.

Os alunos permanecem, no mínimo, sete horas diárias na escola, nos turnos da manhã e tarde, e recebem três refeições diárias. Todas as turmas entram no colégio às 7h e saem às 15h45.

Aprendizagem que ajuda a sonhar mais alto

Emmanuel Amunik é aluno do 3º ano e destaca a experiência no ensino integral. “Nem todos têm essa oportunidade. Eu tive a experiência de passar pelo tempo integral no ensino municipal e não gostei. Aqui é diferente. Os conteúdos estimulam os alunos a se interessarem mais pelos estudos. Uma das disciplinas que vêm me ajudando são introdução ao jornalismo e práticas radialistas, que ajudam na produção de texto. Já visitamos algumas emissoras de TV ”, disse Emmanuel, que sonha em fazer Direito.

Para a coordenadora, Christian Mariano, a perspectiva integral de educação sustenta expectativas de aprendizagem e desenvolvimento para alunos ao mesmo tempo. “Nós damos oportunidades para qualquer aluno. Temos vagas para todos; temos alunos do bairro São Raimundo. O que precisamos fazer é divulgar nosso trabalho para os demais bairros, para que mais alunos se interessem pelo ensino de tempo integral. Sabemos que há uma resistência por parte de algumas famílias; porém, o pai e a mãe vão entender que o programa vale a pena”, garante.

Por fim, Ronaldo destaca os frutos que a escola pretende colher no futuro e sonha em ampliar o programa para as demais turmas. “Nosso desejo é alcançar o maior número de jovens possível e fazer com que eles aproveitem a oportunidade que está sendo oferecida. A Escola Abílio Rodrigues Patto foi privilegiada em ser escolhida pelo MEC para ter ensino integral. Nossa missão é mostrar para o estado que essa proposta de ensino vai melhorar significativamente o ensino médio no município e preparar o aluno para o mercado de trabalho”, afirma.

Educação Integral e Integrada Ensino Médio

Em Minas Gerais, o Ensino Médio Integral e Integrado começou a ser ofertado em agosto de 2017 em 44 escolas estaduais. Elas aderiram e corresponderam aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação, que instituiu o Programa de Fomento à Educação em Tempo Integral. Neste ano, 78 escolas da rede estadual de ensino já participam da iniciativa e são beneficiados cerca de 19 mil estudantes. A proposta pedagógica das escolas estaduais de educação integral e integrada no ensino médio tem por base a ampliação da jornada escolar, com 45 horas/aula semanais, e com a formação dos estudantes tanto nos aspectos cognitivos quanto nos socioemocionais.

A Escola Estadual Abílio Rodrigues Patto fica na rua Ituiutaba, 750, bairro Esperança. Para mais informações sobre cadastro e matrícula, entrar em contato pelo número (33) 3276-113.

por Eduardo Lima | eduardolima@drd.com.br