“É um erro”

FOTO: Divulgação

Davi Alcolumbre, presidente do Senado, achando pouco R$ 1,7 bilhão para campanha

 

MPF se passou por ‘Brasil’ para receber bilhões

Ministros do Supremo Tribunal Federal vivem a expectativa de que os órgãos de controle do Ministério Público (CNMP) e da Justiça (CNJ) abram investigação imediatamente contra procuradores da Lava Jato que se passaram por representantes legítimos do Brasil, na Justiça americana, para se habilitar aos R$ 2,6 bilhões a serem pagos pela Petrobrás, como espécie de “multa”, para evitar processo imprevisível.

Presidente cogitado

Os procuradores da Lava Jato cogitavam entregar a presidência da futura fundação ao ex-procurador-geral Rodrigo Janot.

Batendo forte

Na decisão que anulou a destinação dos bilhões para a “fundação”, o ministro Alexandre de Moraes foi duro com os procuradores.

À margem da lei

Segundo Moraes, os procuradores da Lava Jato e também a direção da Petrobras agiram “de maneira sigilosa e à margem da legalidade”.

Juíza na roda

Ministro que não quer ser citado acha que o CNJ deve avaliar o papel da juíza Gabriela Hardt, que validou o acordo anulado por Moraes.

Elétricas: lobby do atraso deveria se envergonhar

Políticos do PT e sindicalistas petistas ligados ao “sistema Eletrobrás” fazem lobby na Câmara contra a privatização. Eles falam “em defesa do sistema elétrico”. Deveriam se envergonhar. A “privatização degustação” das cinco distribuidoras da Eletrobrás, em 2017, são casos de sucesso: livraram os cofres públicos de prejuízo anual bilionário, investimentos foram retomados e os serviços melhoraram.

Prosperidade

A Equatorial Energia vai investir R$ 300 milhões na Ceal, de Alagoas, e R$ 800 milhões na Cepisa, do Piauí, antes estatais totalmente falidas.

Decolando

Os investimentos da Energisa, que adquiriu a Eletroacre e Amazonas Energia, de R$ 228 milhões, em 2019, beneficiam 263 mil clientes.

Vento em popa

Também foram privatizadas as antigas estatais de energia Eletroacre, Ceron (RO), Boa Vista Energia (RR), Cepisa(PI) e Amazonas Energia.

CUT no meio

Ex-executivo da Odebrecht e delator da Lava Jato encontrado morto, Henrique Valladares relatou que a propina na obra da hidrelétrica de Santo Antônio (RO) chegou a R$ 80 milhões. A CUT levou uma beirada. Aécio Neves também: R$ 30 milhões depositados em Cingapura.

Temer na convenção

O MDB já marcou sua convenção nacional para o próximo dia 6, em Brasília, e o ex-presidente Michel Temer já confirmou presença. Parece pouco disposto a se afastar da vida partidária, como prometeu.

Além da ideologia

Relator da PEC que transforma o estupro em crime imprescritível, o deputado Léo Moraes (Pode-RO) diz que o projeto “Supera qualquer matriz ideológica. São 60 mil casos de estupro denunciados por ano”.

Só para lembrar

A polícia indiciou a “modelo”, o Ministério Público a denunciou por extorsão e denunciação caluniosa, mas a grande imprensa, que investiu na mentira do “estupro”, ainda não se desculpou com Neymar.

Um especialista

O governo parece ter acertado na nomeação de Nabhan Garcia pra chefiar a Secretaria de Assuntos Fundiários. Ele conhece bem as questões do campo e os caminhos para solucionar os problemas.

Ministros esnobes

Líderes partidários simpáticos ao governo têm reclamado da falta de sintonia de ministros com o Congresso. Alguns nem recebem parlamentares que dizem não pretenderem nada mais que uma selfie.

Vivendo perigosamente

Depois de ter quatro medalhas pan-americanas retiradas por doping, a ex-nadadora Rebeca Gusmão se aventura por águas mais profundas e mais perigosas. Hoje, é assessora na Câmara por R$ 5 mil mensais.

Sudeco roda presa

A troca de comando na Sudeco, órgão de fomento do Centro-Oeste, tem revoltado parlamentares da região. É que a Sudeco parou. Projetos importantes, até em fase de execução, vão devagar, quase parando.

Pensando bem…

…os parlamentares vivem às turras, no Congresso, mas sempre há acordo quando se trata de aumentar a tunga no bolso do contribuinte.