Disque-Hélio

Enfrentando o notório boêmio Hélio Garcia na disputa pelo Governo de Minas, nos anos 90, o governo tucano lançou um “disque-pileque”. Era um telefone disponibilizado para quem, depois de entornar uns copos, não se sentisse em condições de dirigir. Um PM seria destacado para conduzir o carro até em casa. A vice tucana Dorothéa Werneck ironizou: “Pronto. Já estão usando a máquina do Estado em favor do Hélio Garcia.”

___

Com André Brito e Tiago Vasconcelos | www.diariodopoder.com.br