DICAS DE PORTUGUÊS – 4

ERROS COMUNS cometidos até sem ser percebidos. Na linguagem falada muitos erros são até admitidos. É bom, entretanto, tomar muito cuidado, pois a linguagem escrita, ou norma padrão, é exigida em concursos e na redação de textos oficiais. A linguagem que representa a nossa língua é a forma escrita.

30 – Continuidade/ continuação

Erro: O sindicato optou pela continuidade da greve.

Forma correta: O sindicato optou pela continuação da greve.

Explicação: Continuidade refere-se à extensão de um acontecimento. Exemplo: dar continuidade ao governo. Continuação refere-se à duração de algo. Exemplo continuação da sessão.

31 – Correr atrás do prejuízo/ correr atrás do lucro

Erro: É hora de correr atrás do prejuízo.

Forma correta: É hora de correr atrás do lucro.

Explicação: Pode-se correr do prejuízo, mas nunca deve-se correr atrás dele. A forma correr atrás do prejuízo não faz o menor sentido, por isso deve ser evitada.

32 – Da onde/ de onde

Erro: Fortaleza é a cidade da onde vieram nossos colaboradores.

Forma correta: Fortaleza é a cidade de onde vieram nossos colaboradores.

Explicação: A forma de onde indica origem. Não existe a forma “da onde”.

33 – Daqui/ daqui a

Erro: Farei o pagamento daqui 5 dias.

Forma correta: Farei o pagamento daqui a 5 dias.

Explicação: o advérbio daqui é usado para indicar lugar ou tempo e pede a preposição a.

34 – De encontro aos/ ao encontro dos

Erro: A sua ideia vem de encontro ao que a empresa precisa neste momento.

Forma correta: A sua ideia vem ao encontro do que a empresa precisa neste momento.

Explicação: De encontro a é estar em sentido contrário, em oposição a. Ao encontro de é estar de acordo, ideia de conformidade.

35 – Debitou na/ debitou à

Erro: O banco debitou na minha conta a taxa.

Forma correta: O banco debitou à minha conta a taxa.

Explicação: quem debita, debita a.

36 – Desapercebidas/ despercebidas

Erro: As mudanças passaram desapercebidas pelos nossos executivos.

Forma correta: As mudanças passaram despercebidas.

Explicação: Desapercebido significa desprovido de, desprevenido. Exemplo: Não parei para cumprimentá-lo porque estava desapercebido. Despercebido significa não notado, não percebido. Exemplo: O erro passou despercebido pela equipe da redação do jornal.

37 – Descrição/ discrição

Erro: Ela age com descrição.

Forma correta: Ela age com discrição.

Explicação: Descrição refere-se ao ato de descrever. Exemplo: Ela fez a descrição do objeto. (ela descreveu). Discrição significa ser discreto.

38 – Descriminar/ discriminar

Erro: Descrimine os produtos na nota fiscal e coloque todos os códigos necessários.

Forma correta: Discrimine os produtos na nota fiscal e coloque todos os códigos necessários.

Explicação: Descriminar significa absolver, inocentar. É o que o prefixo “des” faz – indica uma ação no sentido contrário – e, nesse caso, quer dizer tirar o crime. Exemplo: Ele falou em descriminar o uso de algumas drogas.

Discriminar significa distinguir, separar, diferenciar, especificar. Isso pode ser feito com ou sem preconceito. Quando há preconceito, o sentido é de segregação. Exemplo: A discriminação racial deve ser combatida sempre.

lvece Cunha – Professor de Português ilvececunha@hotmail.com