Cuidado com as Palavras

0
224

Volto a comentar sobre aquelas palavras incômodas que às vezes nos pegam pelo pé num momento de vacilo.

Lembro-me de uma vez que fiquei embaraçado com uma palavra e fui salvo por um amigo que estava no grupo. Isso foi há não sei quantos anos, pois ainda estudava na Fadivale. Para se ter uma ideia desse tempo, formei-me em 1979… Um colega me pediu umas instruções sobre uma palestra que faria em determinado lugar. Como já era professor de Português e oratória, esse tipo de abordagem é muito recorrente e faço com muito prazer e satisfação. Não só com respeito a oratória, como também sobre problemas gramaticais. É a minha vida. Comecei esse caminho em 1965… Gente, que absurdo! É um ano jurássico para muitos! E até para mim, pois não sinto que tantos anos já se passaram.

Bem, voltemos ao episódio. Falei-lhe sobre a postura, a gesticulação, a posição das mãos, o volume de voz e outras atitudes que deveria assumir. Quando chegou à saudação, engasguei. Fiquei em dúvida entre: você SAÚDA (forma correta) e você SALDA (do verbo saldar, quitar). Foi coisa de fração de segundo, mas pareceu uma eternidade. Meu amigo, ligadíssimo comigo, veio em meu socorro e me “sacudiu” a memória. Por pouco, quase cometo uma tremenda gafe, da qual eu não me perdoaria nunca! Ufa!

Há muitas palavras que, por serem parecidas, causam dúvidas ou transtornos a quem deseja se apresentar bem. São os homônimos e parônimos. São terríveis… Vejamos alguns exemplos:

  1. O consumidor, acostumado à inflação diária, costuma não discutir os preços. Os verbos costumar e acostumar têm uma ligeira diferença. O primeiro significa contrair hábito e o segundo, ter por hábito. Veja: Costumava visitar minha mãe todos os dias (ai, que saudade…). Acostumei-me a apreciar a beleza e a profundidade de seu amor e sabedoria (era linda e sábia…).
  2. Muitos trocam acurado por apurado, e vice-versa. Acurado é algo feito com muito cuidado: Observação acurada dos fatos. Apurado é seleto, fino, refinado: Ouvido apurado; gosto apurado.
  3. Aferir e auferir. O fiscal está aferindo a lista de preços para auferir informações para sua repartição. Aferir: conferir, comparar; auferir: colher, obter.
  4. Afim de: semelhante a, parente de: Assuntos afins, parentes afins: Matemática e Física são matérias afins; O cunhado é parente afim. A fim de: para, com a finalidade de: O presidente viajou a fim de tratar de assuntos que interessam ao Brasil. Ele veio a fim de nos salvar.
  5. Amoral: indiferente à moral, desprovido de senso moral. Chamar alguém de amoral é pior do que chamá-lo de imoral, que é uma pessoa contra a moral, libertino, devasso: Não sei se certos artistas são imorais ou amorais… Uma criança é amoral, pois desconhece os preceitos morais da sociedade, assim como os índios, até que conheçam os preceitos morais da sociedade em que se inserem.
  6. Há ainda o moral e a moral: A nossa seleção de vôlei (Cruzeiro…) está com o moral (o ânimo) nas alturas, enquanto a de futebol… A moral de um povo está ligada à sua fé. Povo sem fé é geralmente povo sem moral.

A lista de palavras desse tipo é muito vasta. Devagar e por ordem alfabética, vou apresentando-as, pois são muito traiçoeiras. Conhecê-las faz bem ao moral…

Ilvece Cunha |  Professor de Português | ilvececunha@hotmail.com |Siga-me no Facebook