Cruzeiro vive expectativa de retorno de Thiago Neves

345
FOTO:Divulgação.

Faltam 11 dias para a estreia do Cruzeiro na Libertadores. E a grande dúvida e curiosidade do torcedor e dos jogadores cruzeirenses é saber se Thiago Neves, figura central nas duas últimas temporadas, estará em campo. O meia se recupera de um estiramento na panturrilha direita e ainda não tem garantia se estará na partida contra o Huracán, dia 7 de março, em Buenos Aires, pela primeira rodada do Grupo 2 da Libertadores.

O meia continua realizando trabalhos internos de recuperação. Desde o começo da semana, ele já não sente mais dores na panturrilha direita, o que é um sinal positivo para o departamento médico. Agora, Thiago precisa correr contra o tempo para estar apto para entrar em campo.

Há também expectativa dos jogadores cruzeirenses quanto ao retorno do companheiro, que foi decisivo para os dois títulos da Copa do Brasil (marcou o último pênalti em 2017 e, em 2018, balançou as redes na primeira partida decisiva) e a taça do Campeonato Mineiro (ano passado, fez um dos gols da vitória por 2 a 0 sobre o Atlético, que garantiram o título cruzeirense).

O companheiro de posição, Robinho, destacou que Thiago Neves é o principal jogador de linha da Raposa. Na entrevista coletiva, após o jogo contra o América, no último domingo, Mano Menezes deixou no ar a possibilidade de usar Thiago Neves contra a URT, em Patos de Minas. Mas esta situação caiu por terra na medida em que o meia não fez trabalhos em campo.

– O Thiago é o principal jogador da nossa equipe, junto com o Fábio, na minha opinião. O Mano, de repente, falou para vocês (jornalistas) ficarem nessa curiosidade aí, ele é bem esperto. Mesmo que o Thiago não jogue no domingo, ou jogue, pode ser que ele não entre jogando na Argentina, mas que esteja com a gente. Espero que ele esteja bem para poder jogar (na Argentina). Se ainda tiver com dor, é bom segurar para que ele se recupere para nos ajudar.

O goleiro Fábio também destacou a importância de Thiago Neves para a equipe cruzeirense. A ausência do jogador, segundo o goleiro, será sentida pela equipe.

– É nosso camisa 10, agora (antes ele usava a camisa 30). A ausência dele pesa bastante. Assim como não teremos o Dedé na estreia da Libertadores. Jogadores com personalidade nesse tipo de jogo. Esperamos que o Thiago volte o mais rápido possível para que a gente tenha todo mundo à disposição do Mano.

FOTO:Divulgação

O último jogo de Thiago Neves foi contra o Villa Nova. Na véspera do jogo contra o Tupynambás, o meia sofreu o estiramento na panturrilha direita e não mais jogou. O lateral Egídio destacou a liderança do companheiro de equipe.

– A gente sabe da importância dele. Ele se mostra como um dos nossos líderes. Temos total respeito, sabemos o que ele representa para a gente. A gente passa força para ele, ele passa força para nós. A gente espera que ele esteja à disposição e possa nos ajudar.

Terceiro colocado do Mineiro com 15 pontos, o Cruzeiro fará o último jogo antes da estreia na Libertadores. Hoje, encara a URT, em Patos de Minas, às 19h (de Brasília), no estádio Zama Maciel.

Pela equipe formada no coletivo tático de quinta-feira, a tendência é que o Cruzeiro vá a campo contra a URT com Fábio; Edílson (Orejuela), Dedé, Murilo e Egídio; Henrique, Lucas Romero, Robinho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel, e Fred (Raniel).