Crediriodoce: cooperativismo para o desenvolvimento de Valadares

0
247

Foi numa segunda-feira, 15 de maio de 1989, em uma solenidade com diversas autoridades, que Délcio Nascimento descerrou a placa de inauguração da primeira agência da Cooperativa de Crédito Rural do Vale do Rio Doce Ltda. (Crediriodoce), uma instituição financeira que vem, desde então, ajudando no desenvolvimento de toda a região.

A Cooperativa foi fundada no dia 24 de outubro de 1988 e aprovada pelo Banco Central em 2 de janeiro de 1989. A Crediriodoce chegava a Governador Valadares para atender aos anseios de produtores rurais, que sentiam dificuldades nos bancos tradicionais. Ela seguiu atendendo unicamente a este segmento, até julho de 2005, quando foi autorizada a trabalhar com a livre admissão, ou seja, atender não só os produtores rurais, mas todo e qualquer cidadão.

A partir de 2007 adotou o sistema de delegação, em que os associados elegem delegados para representá-los nas assembleias. Depois de uma grande reforma, a nova sede da Crediriodoce foi inaugurada em junho de 2009.

O ano de 2018 foi duplamente especial para o Sicoob Crediriodoce. Além de atingir a expressiva marca de R$ 300 milhões de ativos totais, a instituição também foi eleita, pela revista Exame – Você SA – como uma das 150 melhores para se trabalhar em todo o Brasil.

A criação da Crediriodoce em Valadares se baseou no modelo de comunidade idealizado por Alexandre F. Laidlaw, em seu livro “As cooperativas do ano 2000”. Na publicação, ele apresentou um projeto no qual as cooperativas estariam presentes em todos os setores da atividade humana.

Inauguração

O cerimonial de inauguração contou, entre outras autoridades, com o então prefeito de Governador Valadares, Rui Moreira de Carvalho, que cortou a fita simbólica com o presidente da Crediriodoce na época, Luiz de Castro Côrtes. O descerramento da placa ficou a cargo de Délcio Nascimento, como forma de homenageá-lo por ser um dos idealizadores da construção do prédio, na época em que presidia a Cooperativa de Eletrificação Rural do Rio Doce Ltda. (Cerdo).

A Crediriodoce nasceu, principalmente, da necessidade de um atendimento diferenciado para os produtores rurais da região. Um grupo viajou por algumas cidades do Sul do país para conhecer a realidade do cooperativismo local e trazer a ideia para Governador Valadares, ajudando no desenvolvimento da região, que já conta com 19 agências em 17 cidades no Leste de Minas Gerais.

Os 20 fundadores da cooperativa foram Eurídes Inácio de Lima, Elpídio Franco de Almeida, Alberto Ferreira, Silas Dias Costa, José Lucca, Camilo Nogueira, Odete Fernandes, Jadir da Silva Neto, Marcelo Mendes, José Miguel Merlo, José Arnaldo Lemos, Renato Francisco Pedrosa, José Augusto de Sá, Elyzio Ferreira, Eudir de Almeida, Luiz de Castro Côrtes, Odilon Ferreira Matos, Vidal Rodrigues Achar, Newton Ferreira e Guilherme Olinto Rezende.