Corpo de Izabela Barroso é sepultado em Valadares

819
O corpo de Izabela Barroso percorreu várias ruas da cidade sobre o caminhão do Corpo de Bombeiros, até chegar ao Cemitério Santo Antônio. FOTO; Divulgação.

Quem passava pela avenida JK ou uma das principais ruas do Centro da cidade na manhã de ontem, 4, não podia deixar de se emocionar com o cortejo funerário realizado pela família de Izabela Barroso, que estava desaparecida desde 25 de janeiro, dia da tragédia da Vale em Brumadinho. A busca por respostas acabou no sábado, 2, quando chegou à família a notícia de que o corpo de Izabela fora identificado. Ele foi levado pelo caminhão do Corpo de Bombeiros e seguiu para a Capela Velório do Cemitério Santo Antônio, onde a engenheira de Minas, de 30 anos, foi velada durante toda a manhã. No início da tarde o corpo foi sepultado, em meio à emoção de familiares, amigos e até mesmo de desconhecidos. Marcelo Barroso, irmão de Izabela, pediu à população valadarense que una forças com a família para que a justiça seja feita e o crime que tirou a vida de muitas pessoas não caia no esquecimento. “A nossa luta agora não é só pela Izabela, mas por todas as vítimas de Brumadinho. Vamos unir forças para buscar justiça, para que esse tipo de tragédia não aconteça mais e que os responsáveis sejam punidos.”