Corpo de Bombeiros realiza curso de guarda-vidas em Valadares

0
346

Com foco na prevenção aos afogamentos, frequentes nesta época do ano, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais promoveu, entre os dias 8 a 15 de dezembro, o primeiro curso de guarda-vidas civil na cidade. O curso teve duração de 60 horas e formou nove novos guarda-vidas preparados para atuar em clubes da cidade. O curso foi solicitado pelo Sesc de Valadares, para que esses novos profissionais tivessem a certificação para exercer legalmente a profissão a partir de 2019.

De acordo com o tenente Dutra, o curso seguiu a Portaria 33, documento de 2018 do Corpo de Bombeiros, que visa regularizar e padronizar as atividades de guarda-vidas e também de brigadistas. “Tem uma lei municipal em Governador Valadares que exige a presença do guarda-vidas nos clubes recreativos. Agora com a Portaria 33 do Corpo de Bombeiros, esse profissional tem que ser certificado e credenciado no Corpo de Bombeiros. Essa certificação vale por dois anos. Após o vencimento, o profissional tem que requerer a renovação, fazer um curso de reciclagem. Esse primeiro curso foi bacana, foi solicitado pelo Sesc com o convite extensivo a todos os clubes de Governador Valadares”.

O curso seguiu a Portaria 33, documento de 2018 do Corpo de Bombeiros, que visa regularizar e padronizar as atividades de guarda-vidas e também de brigadistas na cidade

O tenente Dutra explica que o primeiro curso teve um resultado positivo e que a partir do próximo ano a fiscalização dos clubes e profissionais será mais rigorosa. “Tivemos um feedback muito positivo com esse primeiro curso e a partir de 2019 será fiscalizada com mais rigor as atividades de guarda-vidas civil. Os clubes e profissionais que não estiverem devidamente credenciados estarão passivos à sanções. O Corpo de Bombeiros está aberto a novos cursos não só de formação do guarda-vidas, mas também de instrutores e  credenciamento de instituições de ensino”.

O curso ministrado pelos bombeiros militares foi gratuito. “Para criarmos um novo curso precisamos de um mínimo de alunos necessários. Esse primeiro curso contou com apoio de oito militares que trabalham exclusivamente para essa função. Temos o maior orgulho e prazer de ensinar a prevenir. A instituição está sempre aberta a solicitações de cursos, palestras, formações de brigadas; essa é uma das nossas missões”, explica Dutra.

Na oportunidade, o tenente parabenizou os novos guarda-vidas e se colocou à disposição da população. “Quero parabenizar aos novos guarda-vidas certificados pelo Corpo de Bombeiros e convidar as pessoas que têm interesse em fazer o curso, que enviem um ofício à instituição; a única exigência que a gente faz é que a pessoa tenha habilidade de natação e um bom preparo físico. No curso, o aluno aprende salvamento aquático e a parte de atendimento pré-hospitalar. O curso tem uma parte muito intensiva, que é a parte aquática e a física, mas também tem a parte técnica de atendimento hospitalar. Não queremos só que o guarda-vidas retire a pessoa que estiver se afogando, o guarda-vidas também tem que saber fazer o atendimento pré-hospitalar até a condução a um hospital”.

Os interessados em saberdetalhes sobre o curso, só acessar o site www.bombeiros.com.br e pesquisartambém a Portaria 33. Lembrando que o curso é gratuito. 

Angélica Lauriano | angelica.lauriano@drd.com.br