Coronel Fabrício Casotti diz estar pronto para enfrentar os novos desafios

0
262
Passagem de comando foi realizada terça-feira na 8ª Região Integrada de Segurança Pública (8ª RISP). FOTO: Divulgação

Perto de completar 28 anos na segurança pública, o coronel Fabrício Casotti é o novo comandante da 8ª Região da Polícia Militar. A solenidade de passagem de comando da instituição aconteceu na terça feira, 22, no auditório da 8ª Região Integrada de Segurança Pública (8ª RISP). Casotti substitui o coronel Marcelo Fernandes, que assumiu o posto de sub-comandante-geral da instituição, em Belo Horizonte. Em entrevista ao DIÁRIO DO RIO DOCE no dia da passagem de comando, o coronel Casotti comemorou a responsabilidade de chegar ao mais alto posto da Polícia Militar.

Casotti entrou na PMMG em 1991. O novo coronel da 8ª Região é natural de Governador Valadares e já assumiu o comando de unidades como a 159ª Cia. PM, na cidade de Mantena, e a 8ª Companhia de Polícia Militar Independente de Meio Ambiente e Trânsito, bem como o 43º Batalhão, estes dois últimos em Governador Valadares. Antes de assumir a nova função, era chefe do Estado Maior da 8ª RPM.

Casotti já foi premiado com importantes honrarias na PM. Recebeu medalhas Mérito Militar graus bronze e prata, Alferes Tiradentes, Mérito Profissional, Medalha do Tiro de Guerra e Ordem Municipal do Brasão em Governador Valadares. Com currículo extenso, Casotti diz se sentir realizado e pronto para assumir os novos desafios da segurança pública em Valadares. “É uma sensação inexplicável. Isso é a maior alegria para um Policial Militar. A realização de um sonho de trabalho reconhecido ao longo da minha carreira”, celebra.

Conhecido pelos colegas pela postura firme e responsável dentro das corporações, Casotti será responsável pelo comando do policiamento de 58 cidades pertencentes à área de atuação da 8ª RPM, entre elas Governador Valadares, cidade-sede. “Prometo honrar e dar continuidade ao trabalho que estava sendo desenvolvido pelos demais comandantes, para dar mais segurança à população de Valadares”, afirmou.

Despedidas

A passagem de comando da 8ª RPM também simbolizou a despedida do coronel Marcelo Fernandes, que segue com a missão de assumir o posto de sub-comandante-geral da Polícia Militar, em Belo Horizonte. Em discurso de agradecimento, Fernandes disse que será o intermediador das necessidades e demandas operacionais da Polícia Militar. “É uma grande responsabilidade. Sentirei saudades da nossa região. Cheguei aqui em 1993, trabalhei na região de Teófilo Otoni. Agora estou indo para uma nova missão, em Belo Horizonte. Não posso deixar de mencionar meu amigo, o coronel Giovane Gomes da Silva, que confiou no nosso trabalho. Pretendo fazer um comando coeso e forte, para o fortalecimento da nossa instituição, que é patrimônio do povo mineiro”, diz. E completou: “Vamos ser intermediadores das necessidades e demandas operacionais da Polícia Militar, junto das demais secretarias de Estado, especial a de Segurança Pública”.