Comportamento perante as drogas

A sociedade está doente, cada vez mais compulsiva. Há muita dificuldade das pessoas em se adaptar e assimilar as mudanças. Isso gera a neurose. Em todos os setores, seja no trabalho, mídia, negócios, etc., as mudanças são muito rápidas. As pessoas não dão conta de acompanhar. O mundo muda sem avisar ao ser humano. Quando o indivíduo acessa a internet, assiste tv, lê o jornal, aí é que percebe que o mundo mudou, e se assusta com isso. Então se protege, se esconde, se afasta…

Você pode se adaptar e ser mais feliz, porém, muitos não dão conta, e não desenvolvem o desejo de mudança. Acham que o mundo é o seu quarto, a sua casa ou, se muito, a sua varanda, de onde vê o quintal, que é a sua visão mais ampla. Às vezes as pessoas se acomodam porque acham que tudo isso é obra do destino, e deixam correr…, não se preocupam em mudar…

Saiba que, para se tornar uma pessoa competente, não é o destino que irá fazer isso por você, e sim o seu próprio esforço, a sua busca de aperfeiçoamento.

Há pessoas que acham que os outros irão se esforçar por elas. Não é por aí. Se você se enquadra nesse tipo de pessoa, saiba que você é que tem que se envolver, tem que ter disciplina. Não espere pelo destino, nem pelos outros. Mude o seu comportamento!

Semana Nacional Sobre Drogas

A comemoração da Semana Nacional Sobre Drogas teve início em 1999, com o objetivo de trabalhar a conscientização e a mobilização da sociedade brasileira no que diz respeito aos problemas e às atividades de redução da demanda e oferta das drogas. O evento acontece no período de 19 a 26 de junho, por meio de parceria da Secretaria Nacional Sobre Drogas (SENAD) com órgãos da Administração Pública Federal, Conselhos Estaduais e Municipais Antidrogas e entidades da sociedade civil. O período foi escolhido por se iniciar na data do aniversário de criação da SENAD, 19 de junho, e encerrar-se a 26 de junho, Dia Internacional da Luta contra o Uso Indevido e o Tráfico de Drogas.

Os temas sempre trazem questões que trabalham o desenvolvimento integral do ser humano, a valorização da família, os procedimentos de prevenção, recuperação e reinserção do indivíduo afetado pelo mal das drogas.

Em Governador Valadares, o Conselho Municipal Antidrogas (COMAD/GV) é que coordena as atividades da Semana Nacional Sobre Drogas, com programação que envolve várias entidades, como ADQF, PROERD, DEJORD, Pastoral da Sobriedade, Amor Exigente, secretarias municipais, constando de celebrações religiosas, barraquinhas, apresentações teatrais, panfletagens, estandes, palestras em escolas, dentre outras.

Considerando que a responsabilidade do combate ao abuso de drogas deve ser compartilhada, fica a mensagem: “Quando a família, a sociedade e o Poder Público chegam juntos, a DROGA fica longe”.

Nova política sobre as drogas

O Governo Federal editou medida provisória com novas formas de tratamento dos dependentes químicos, propondo uma política integrada, para um impacto maior de atuação.

Segundo palavras do ministro da Cidadania, Osmar Terra, “a droga está causando uma epidemia de violência no Brasil. Somos o país mais violento do mundo em termos absolutos. Isso mostra que a política sobre drogas até aqui não teve importância, não causou nenhum impacto”.

A nova política será desenvolvida em conjunto pelos ministérios da Cidadania, da Saúde, da Justiça e Segurança Pública, dos Direitos Humanos, da Família e Mulher. O Ministério da Cidadania ficará responsável pelo tratamento de dependentes químicos – focado na estratégia da abstinência dos usuários.

Dentre as mudanças, a Nova Política crias condições para agilizar a comercialização e utilização de bens confiscados de traficantes, acabando com a burocracia que emperrava a destinação desses produtos; ações, programas, projetos de cuidados, prevenção e reinserção social deverão visar à abstinência em relação ao uso de drogas; reconhece as comunidades terapêuticas como forma de cuidado, acolhimento e tratamento do dependente químico; busca a integração entre os entes da Federação, a cooperação nacional e internacional, pública e privada para o fortalecimento dessa política, por meio de ações de redução de oferta e redução de demanda.

Há várias outras alterações na Nova Política Sobre Drogas, que trataremos neste espaço, posteriormente.

Por Heldo ArmondGrupo de Apoio Amor Exigente | Coordenação local: Berta Rodrigues Teixeira | Coordenação Regional: Washington J Ferreira/Penha | Reuniões às terças-feiras, das 19h30 às 21h30, no Colégio Franciscano Imaculada Conceição