Começa a colocação de proteção no canal da avenida Veneza

475
A foto mostra um dos últimos acidentes que ocorreram no canal, no mês de março deste ano. Nesse caso, os bombeiros informaram que o condutor apresentava sintomas de embriaguez

Depois de várias mortes que resultaram no sofrimento de diversas famílias, finalmente um problema que era considerado crônico começa a ser corrigido em Governador Valadares. Na quinta-feira, 30, a Prefeitura começou a fazer a instalação de guard-rails – defesas metálicas – no canal da avenida Veneza, no bairro Grã Duquesa, num trecho onde já aconteceram diversos acidentes com carros, motos e pedestres. Em consequência disso, várias pessoas perderam a vida, por falta de proteção, que poderia ter evitado as quedas.

De acordo com o que foi anunciado pela Prefeitura, na etapa inicial serão instalados 1500 metros de proteção no trecho entre a rotatória no cruzamento com a rua Sete de Setembro até a avenida Itália. No entanto, o projeto prevê a instalação de cerca de 6,4 km de barreiras metálicas no perímetro, até a Moacir Paleta. O material é feito de aço galvanizado, formando uma mureta de 75cm de altura.

A construção de uma mureta ao longo de todo o canal do córrego Figueirinha é uma reivindicação antiga dos moradores, comerciantes e usuários da via, que sempre denunciaram o perigo que existia por falta de proteção. O DIÁRIO DO RIO DOCE  já publicou inúmeros casos de acidentes que ocorreram no local, muitos deles fatais. Além da falta de perícia de alguns motoristas ou motociclistas, que conduziam seus veículos depois de ingerirem bebida alcoólica, os riscos de acidentes sempre foram grandes devido ao volume de carros, motos, caminhões e até bicicletas que circulam pelo local.

A vereadora Iracy de Matos (Solidariedade) já havia entrado com um projeto de lei na Câmara Municipal pedindo a proteção no local. A vereadora não apenas pontuou o canal da avenida Veneza, mas também solicitou que proteções fossem construídas em todos os canais da cidade que são desprovidos desses suportes.