Casamento comunitário reúne mais de mil pessoas na Igreja do Evangelho Quadrangular em GV

0
245
Equipe do Cejusc de Governador Valadares na Igreja do Evangelho Quadrangular, onde foi realizado casamento comunitário de 170 casais

Tudo a que os noivos têm direito: música, convidados, fotografias, trajes formais e muitos sorrisos. Assim foi o casamento comunitário realizado no último dia 18 de maio, na Igreja do Evangelho Quadrangular, em Governador Valadares. A iniciativa, que reuniu cerca de mil pessoas, foi conduzida pelo juiz Roberto Apolinário de Castro, coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Governador Valadares, e sua equipe. Foram realizadas cerca de 170 audiências de conversão de união estável em casamento civil. A ação teve como parceira a Igreja do Evangelho Quadrangular.

Para muitos casais, a ação significou, além de um exercício de cidadania, a formalização de uma união duradoura. Como revela a história de Sandra, que vive com o companheiro há 30 anos. Com três filhas jovens, eles viram na iniciativa a oportunidade de legalizar a união, tanto na esfera civil quanto na religiosa, já que os casamentos religiosos só acontecem depois da união civil. Para outros casais, com um, dois anos de convivência, o evento celebrou o início de uma nova caminhada.

Os casamentos comunitários fazem parte da agenda de ações do Cejusc de Valadares e são realizados periodicamente, sempre com muitas adesões. Por meio do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, todo o trâmite é feito gratuitamente para as famílias. A homologação do casamento civil retroage ao início da união estável.

O juiz coordenador do Cejusc, Roberto Apolinário, contou que esse trabalho é realizado há 18 anos na comarca. Para o magistrado, esse tipo de ação tem como objetivo mostrar ao Brasil e, principalmente, a Minas Gerais que é possível aproximar o Poder Judiciário da sociedade. “Nesse evento realizamos a conversão da união estável em casamento de casais com mais de 30 anos de convivência e de outros que estão começando a vida agora”, destacou.

O juiz disse ainda que, ao longo desses anos, foram realizadas de 15 a 20 mil conversões de união estável em casamento em Valadares. “E desses casais, poucos retornaram para se divorciar, o que mostra que estamos trazendo pacificação”, comemorou.

Mais ações

Outra atividade realizada pela equipe do Cejusc de Governador Valadares, sob a coordenação do juiz Roberto Apolinário, foram as audiências simuladas de conciliação/mediação, com a participação dos alunos da Universidade do Vale do Rio Doce.

Durante o encontro, em 15 de maio, os estudantes foram acompanhados por mediadores/conciliadores judiciais, que os orientaram quanto às técnicas aplicadas. A ação trouxe aos alunos a oportunidade de vivenciar uma prática que se expande por todo o País, com benefícios para todos os envolvidos.

Também neste mês, o Cejusc esteve presente na ação social para combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes realizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Alpercata, município que integra a comarca.