Casamento comunitário reúne mais de mil pessoas na Igreja do Evangelho Quadrangular em GV

Equipe do Cejusc de Governador Valadares na Igreja do Evangelho Quadrangular, onde foi realizado casamento comunitário de 170 casais

Tudo a que os noivos têm direito: música, convidados, fotografias, trajes formais e muitos sorrisos. Assim foi o casamento comunitário realizado no último dia 18 de maio, na Igreja do Evangelho Quadrangular, em Governador Valadares. A iniciativa, que reuniu cerca de mil pessoas, foi conduzida pelo juiz Roberto Apolinário de Castro, coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Governador Valadares, e sua equipe. Foram realizadas cerca de 170 audiências de conversão de união estável em casamento civil. A ação teve como parceira a Igreja do Evangelho Quadrangular.

Para muitos casais, a ação significou, além de um exercício de cidadania, a formalização de uma união duradoura. Como revela a história de Sandra, que vive com o companheiro há 30 anos. Com três filhas jovens, eles viram na iniciativa a oportunidade de legalizar a união, tanto na esfera civil quanto na religiosa, já que os casamentos religiosos só acontecem depois da união civil. Para outros casais, com um, dois anos de convivência, o evento celebrou o início de uma nova caminhada.

Os casamentos comunitários fazem parte da agenda de ações do Cejusc de Valadares e são realizados periodicamente, sempre com muitas adesões. Por meio do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, todo o trâmite é feito gratuitamente para as famílias. A homologação do casamento civil retroage ao início da união estável.

O juiz coordenador do Cejusc, Roberto Apolinário, contou que esse trabalho é realizado há 18 anos na comarca. Para o magistrado, esse tipo de ação tem como objetivo mostrar ao Brasil e, principalmente, a Minas Gerais que é possível aproximar o Poder Judiciário da sociedade. “Nesse evento realizamos a conversão da união estável em casamento de casais com mais de 30 anos de convivência e de outros que estão começando a vida agora”, destacou.

O juiz disse ainda que, ao longo desses anos, foram realizadas de 15 a 20 mil conversões de união estável em casamento em Valadares. “E desses casais, poucos retornaram para se divorciar, o que mostra que estamos trazendo pacificação”, comemorou.

Mais ações

Outra atividade realizada pela equipe do Cejusc de Governador Valadares, sob a coordenação do juiz Roberto Apolinário, foram as audiências simuladas de conciliação/mediação, com a participação dos alunos da Universidade do Vale do Rio Doce.

Durante o encontro, em 15 de maio, os estudantes foram acompanhados por mediadores/conciliadores judiciais, que os orientaram quanto às técnicas aplicadas. A ação trouxe aos alunos a oportunidade de vivenciar uma prática que se expande por todo o País, com benefícios para todos os envolvidos.

Também neste mês, o Cejusc esteve presente na ação social para combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes realizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Alpercata, município que integra a comarca.