Buracos: reclamações dos moradores continuam

Na semana passada o DIÁRIO DO RIO DOCE foi às ruas de alguns bairros da cidade, depois que moradores procuraram a redação para reclamar dos inúmeros buracos. Esta semana as reclamações continuaram chegando. Muitos moradores têm sofrido com esse problema, que já é recorrente na cidade. Vamos mostrar na edição de hoje algumas ruas dos bairros Santa Rita, Grã-Duquesa e Jardim Pérola. De acordo com os moradores, as ruas estão intransitáveis e a situação insustentável. Diante desse problema, a população está cada vez mais chateada.

Para um dos líderes comunitários do bairro Santa Rita, Rubens Drumond, os serviços que estão sendo feitos são paliativos. “A cidade está abandonada. Não tem uma rua sequer que o cidadão valadarense, que paga seus impostos em dia, vá que não se depare com um buraco. O vereador do bairro já fez inúmeros ofícios solicitando a operação tapa-buracos, mas nada foi feito pela administração pública”.

Segundo Drumond, a avenida Presidente Kennedy, esquina com a rua Amélia Habib, a avenida Washington Luiz e a avenida Venceslau Brás estão irreconhecíveis. “Moro no bairro há muitos anos. Ver a situação em que essas vias principais do bairro se encontram causa tristeza. A avenida Venceslau Brás, por exemplo, em que passava ônibus, não está passando mais. Os moradores estão tendo de se deslocar para outro quarteirão para conseguir embarcar no transporte público.”

A situação não é diferente na rua Ouro Preto, no bairro Jardim Pérola, que também é linha de ônibus. Os moradores vêm passando pelos mesmos problemas enfrentados no bairro Santa Rita. “A rua toda está com buracos. Moro no bairro Jardim Pérola há muitos anos e nunca vi as ruas da cidade da forma que estão; é um verdadeiro descaso com a população. Tem um buraco enorme em frente ao posto da Polícia Militar, que é na mesma rua, só que fica no bairro Fraternidade. Nada é feito; situação muito triste”, conta a moradora Maria Augusta dos Anjos Quirino.

O problema de inúmeros buracos no bairro Jardim Pérola também se estende a outras ruas. De acordo com os moradores, quem passa de carro ou de moto pelas ruas das Guianas e Uruguaiana tem de ter cuidado para não estragar o veículo, sem contar os riscos de acidentes.

Na rua Polônia, em frente à praça Sesc, no bairro Grã-Duquesa, o buraco também incomoda alguns moradores que utilizam o espaço diariamente. É o caso de Carlos Henrique, morador do bairro Santo Agostinho, que vai sempre à praça, nos momentos de lazer. “Sou aposentado, então, estou sempre caminhando. Gosto muito dessa praça, mas esse buraco já está aí há um bom tempo e deixa a praça feia. Gostaria que viessem arrumar, pois passa muita gente por aqui”.

A assessoria de comunicação da Prefeitura foi procurada, mas, até o fechamento desta edição, nenhuma resposta foi enviada.

Avenida Presidente Kennedy, esquina com rua Amélia Habib, no Santa Rita

 

Rua Ouro Preto, Jardim Pérola

Rua Uruguaiana, Jardim Pérola

Rua das Guianas, Jardim Pérola

Rua Amélia Habib, Santa Rita

Avenida Washington Luiz, Santa Rita

Avenida Venceslau Brás, Santa Rita

 

por Angélica Lauriano | angelica.lauriano@drd.com.br | Fotos: Angélica Lauriano