Brasileiro e Internacional de Parapente em Valadares tem carioca como vencedor

0
1050
A festa de premiação não mostrou surpresa, pois prevaleceu o bom desempenho do piloto carioca Rafael Saladini. FOTO: Divulgação

Não houve surpresas na final da primeira etapa do Campeonato Brasileiro e Internacional de Parapente. O atual campeão brasileiro, Rafael Saladini, confirmou o favoritismo e a ótima fase, vencendo na categoria PRO (principal). Na categoria aspirante, o vencedor foi o catarinense Ricardo Luiz Moritz, e no feminino, a mineira Marcela Pomarico Uchoa. O melhor valadarense foi Moisés Sodré, o Móka, que ficou em 25ª colocação.

Considerado o pré-Paragliding World Cup (PWC) – a Copa do Mundo de Parapente -, o Campeonato Brasileiro e Internacional de Parapente é uma iniciativa da Associação de Voo Livre Ibituruna com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude (SMCEL), com supervisão da Confederação Brasileira de Voo Livre (CBVL). A disputa, que teve seis dias de provas, contou com a participação de 125 pilotos, entre brasileiros e estrangeiros.

O piloto valadarense Moisés Sodré atribuiu sua classificação à experiência. “Acredito que a experiência prevaleceu. Fico feliz por ter representado minha cidade mais uma vez. O time valadarense está muito bom, vem crescendo muito nos campeonatos. Não conseguimos resultados melhores nesta primeira etapa, mas, com certeza, virão outras e estaremos mais preparados, mas precisamos de mais apoio”, enfatizou.

Última prova

A sétima e última prova da competição foi realizada neste sábado (13). O percurso de 67 km consistiu em passar por Galileia, São Vítor e goal no Parque Municipal. Cerca de 30 pilotos pousaram no parque, os demais optaram por pousar na área da antiga Feira da Paz. A segunda e última etapa do Campeonato Brasileiro e Internacional de voo livre será em Poços de Caldas (MG), entre os dias 31 de agosto e 6 de setembro.