Apenas 37% dos eleitores fizeram cadastramento biométrico em GV

386
Legenda: A Justiça Eleitoral em Valadares tem capacidade para atender até 1000 eleitores por dia, mas a média de atendimentos diários está em torno de 670 biometrias cadastradas. Foto: justiça eleitoral

Governador Valadares possui 203.213 eleitores, mas apenas 76.166 deles (37,48% do total) fizeram o cadastramento biométrico obrigatório. Segundo o chefe do cartório da 119ª Zona Eleitoral, Rubens Vieira, a procura pelo serviço ainda é baixa nos dois endereços em GV onde a Justiça Eleitoral está atendendo eleitores valadarenses e de outros cinco municípios da região. Quem vota no município e não fizer o procedimento até o dia 21 de fevereiro de 2020 terá o título de eleitor cancelado.

Rubens Vieira afirma que a Justiça Eleitoral em Valadares tem capacidade para atender até 1000 eleitores por dia, mas a média de atendimentos diários está em torno de 670 biometrias cadastradas. “Ainda não estou atendendo a pleno vapor. Nós conseguimos atender mais pessoas. Para julho, nosso movimento atual não está ruim, porque é um mês em que as pessoas saem de férias. Mas em agosto a gente espera que aumente o número de eleitores atendidos”, disse o chefe do cartório.

O cadastramento pode ser feito no Cartório Eleitoral, na avenida Minas Gerais número 972, embaixo do clube Ilusão, das 8h30 às 18h, ou na avenida Minas Gerais, só que no número 884 (perto da esquina com a rua Sete de Setembro), com atendimento das 8h às 18h. Vieira pede aos eleitores que se planejem para realizar o cadastramento o quanto antes: “No final, se muita gente deixar para a última hora, vai haver transtorno. O eleitor pode aproveitar para vir agora, quando não estamos com demanda total. O quanto antes, melhor”.

Outras recomendações

Para efetuar o cadastramento biométrico é necessário se apresentar portando documento pessoal (como carteira de identidade), um comprovante de residência expedido em até um ano e o título de eleitor. Cada atendimento dura cerca de 15 minutos. O atendente coleta foto, assinatura e impressões digitais do eleitor. Ao final do processo, o título anterior é recolhido e um novo é emitido.

Eleitores do sexo masculino nascidos em 2001 que se apresentarem para obter o primeiro título devem trazer o comprovante de quitação militar. Vieira também recomenda a instalação do aplicativo e-Título, que permite o acesso rápido e fácil às informações do eleitor cadastradas na Justiça Eleitoral: “Para nós, vai valer como identidade no dia da eleição. A tendência é que, mais pra frente, seja usado em todo o país”.

Biometria na região e no país

Os dados atualizados sobre cadastramento biométrico foram divulgados pela Justiça Eleitoral na segunda-feira (22). Em todo o país, 101.709.041 de eleitores já realizaram o procedimento, número que representa 69,57% do eleitorado. Em Minas Gerais, esse número é de apenas 36,7% – 5.722.432, de um total de 15.590.928 eleitores.

Nos outros municípios que são atendidos pela Justiça Eleitoral em Valadares, o que está com o processo em fase mais avançada é Marilac, com 51,08% de eleitores cadastrados (2.057 eleitores, de um total de 4.027) – o prazo máximo para eleitores do município é 10 de outubro deste ano. A data limite é a mesma para Mathias Lobato (que cadastrou 1.362 eleitores, 46,64% do total de 2.920) e Periquito (onde 3.001 se cadastraram, o que representa 47,24% de um total de 6.353).

Quem vota em Alpercata e Frei Inocêncio deve se recadastrar até 17 de dezembro. Em Alpercata, 2.458 eleitores já se recadastraram – 39,70% de um total de 6.191 eleitores. Dos 6.775 eleitores de Frei Inocêncio, o cadastramento já foi realizado por 2.097, 30,95% do total.

por THIAGO FERREIRA COELHO | thiago@drd.com.br