Amanhã é dia de Trupico do Lalá

0
284
FOTO:Divulgação.

Amanhã é um dia importante no calendário cultural de Governador Valadares. Dia de botar o bloco na rua, vestir o abadá e curtir a nona edição do Trupico do Lalá, festa que conquistou o coração dos valadarenses. O evento está marcado para começar às 15 horas, com término previsto paraas 21 horas

A bateria do Mestre Lu já está ensaiadíssima e afinada com os puxadores de bloco, Carró, Baga e Catatau, expoentes do samba em Valadares. Ano passado, estima-se que de 12 mil a 15 mil pessoas participaram do evento, que ganha proporções maiores a cada ano e cuidados especiais para receber bem os foliões de todos os cantos da cidade e região. Tudo iniciou como uma simples brincadeira de carnaval entre amigos, em 2011, lá na casa do senhor Laércio Magalhães, o senhor Lalá. Sempre com muito bom humor e uma panela de feijão no fogo, a alegria dominava o ambiente.

De lá pra cá, a brincadeira foi crescendo, vencendo barreiras e ganhando mais espaço. Nove anos depois, as ruas e calçadas da Ilha dos Araújos se tornaram pequenas para tantos foliões. Um dos expoentes da festa, Adaílson Cunha Magalhães, irmão do Lalá, comentou que o objetivo do Trupico é resgatar os anos dourados do carnaval em Governador Valadares. “O Trupico é uma caminhada de nove anos. Uma festa que preserva os costumes do bom carnaval de rua. Neste ano a gente quer resgatar o carnaval de Valadares, voltar a ser como era nas décadas de 60 e 70. O Trupico é uma festa de família. Lá você vê criança, jovem, adulto e idoso vibrando, cantando e se divertindo. Neste ano, além de toda a programação especial, o evento contará com a presença das forças de segurança: Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Ministério Público”, comentou.

Os coordenadores do Trupicopedem para os foliões deixarem oscarros estacionados no Centro e seguirema pé para a Ilha dos Araújos, a fim de evitarcongestionamento na ponte. Outra solicitação éque evitem levar garrafas e espetinhos demadeira para o evento. Os interessadosem adquirir o abadá poderão se dirigir auma tenda montada na praça Júlio Soares,na entrada da Ilha. “Outro pedido importante é em relação aos cuidados que os foliões de outros blocos devem ter quando terminar Trupico do Lalá, previsto para as 21 horas. Há pessoas que querem levar outros grupos para ouvirem músicas que não têm nada a ver com o carnaval de rua. Precisamos que as pessoas evitem fazer isso, para não atrapalhar a festa. No ano do passado tivemos diversos problemas com isso”, ressaltam os coordenadores.

O Trupico do Lalá está marcado para começar às 15 horas e término previsto para as 21 horas.Foto: Divulgação

O Trupico do Lalá não tem idade. A foliã Maria Alves, de 13 anos, é apenas quatro anos mais velha que o bloco. A jovem conta que ir para o evento se tornou tradição na família. “Vou para o Trupico com a minha mãe desde pequena, desde quando a festa começava lá na pracinha. Sempre achei muito legal. Quando pequena eu via o Trupico como uma bagunça, mas uma bagunça gostosa de participar. É uma festa para toda a família poder participar e se divertir muito. Sempre vou fantasiada. Neste ano vou com minhas amigas”, conta.

Bloco do Sapo promete arrastar foliões no Lagoa Santa

Outro bloco que promete agitar o carnaval em Governador Valadares é o do Sapo, que chega ao seu segundo ano. Trata-se de uma parada destinada ao público que gosta de boa música. O bloco começa no sábado de carnaval, dia 2, e vai até terça-feira, dia 5.

O bloco do Sapo começa no sábado de carnaval, dia 2, e vai até terça-feira, dia 5. FOTO:Divulgação.

As atrações confirmadas são, João Bocão e Dilsinho, bandas locais tocando marchinhas e frevos ao som potente da Vovozinha do Asfalto. Não haverá cobrança de entrada. A expectativa dos organizadores é de que 20 mil foliões passem pelo local nos quatro dias de festa. Os abadás podem ser adquiridos nos pontos de venda: no Rogers Burger e no Açaí do Lagoa Santa, e no Hausmalte, que fica na rua Sete de Setembro, 2.097, esquina com Oswaldo Cruz. O valor do abadá é R$ 25,00. Mais informações pelo telefone (33) 9 99893612.

por Eduardo Lima | eduardolima@drd.com.br