ALMG entrega diploma ao Sind-UTE/MG pelos seus 40 anos de atuação

FOTO: Divulgação

Foi realizada ontem, 1, na Assembleia Legislativa, solenidade para a entrega de diploma referente aos votos de congratulações ao Sindicato Único dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), pelos pelos 40 anos de fundação. A presidenta da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa, Beatriz Cerqueira, explica que “a homenagem do Legislativo ao Sind-UTE/MG se justifica pela importância da entidade, que nasceu no período da ditadura, por iniciativa dos professores contra um sistema autoritário que à época proibia a organização de servidores”.

A parlamentar destaca que os votos de congratulação também se baseiam na trajetória de luta dessa entidade, que está associada a todos os avanços ocorridos nas últimas décadas na valorização dos trabalhadores e da educação pública. Não por acaso, é o maior sindicato de Minas Gerais e o segundo maior do país”.

História

A história do Sind-UTE/MG tem início com a criação da União dos Trabalhadores do Ensino (UTE), em 1979, durante o primeiro Congresso dos Educadores de Minas Gerais. Após 15 anos de repressão imposta pela ditadura militar, os trabalhadores ousaram ir às ruas para reivindicar salários dignos e denunciar o abandono da educação. A unidade foi construída durante a greve, que contava com a participação ativa de auxiliares de serviço e outros segmentos da categoria.

Pouco depois, a UTE foi fundada como entidade combativa, para fortalecer a categoria, reunindo não apenas professores, mas todos os profissionais do ensino. O Sind-UTE/MG esteve presente nos principais acontecimentos da história recente do país: luta pela anistia aos presos políticos da ditadura militar, campanha por eleições livres e diretas em 1984, defesa dos direitos dos trabalhadores na Constituição de 1988 e movimento pelo impeachment de Collor.