Acusado de abusos sexuais, João de Deus presta depoimento no Ministério Público de Goiás

0
279
João de Deus prestou depoimento ontem, em Goiás. FOTO: Divulgação

O médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, prestou depoimento ao Ministério Público de Goiás (MPGO) nesta quarta-feira, 26. Ele chegou por volta das 10 horas e saiu pouco depois do meio-dia. O interrogatório durou aproximadamente 1h30. Após o depoimento, João de Deus retornou ao Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, onde está preso preventivamente desde o dia 16 de dezembro. Ele é acusado de abusos sexuais durante tratamento espiritual. A previsão é de que os promotores concluam a primeira denúncia ainda nesta semana. Uma força-tarefa foi montada no MPGO sob a coordenação do procurador-geral de Justiça de Goiás, Benedito Torres Neto, que manteve os trabalhos no feriado de Natal. As vítimas podem procurar uma unidade do Ministério Público, em qualquer estado, para prestar depoimento. Até agora, segundo o Ministério Público de Goiás, já foram coletados 78 depoimentos de vítimas de abusos sexuais. Mais de 600 mensagens chegaram à instituição desde o dia 10 deste mês – quando foi criado um canal de denúncias -, sendo 260 delas potenciais vítimas do médium. Onze moram fora do Brasil: quatro nos Estados Unidos, três na Austrália, uma na Alemanha, uma na Bélgica, uma na Bolívia e uma na Itália.