‘Acho muito ruim governar brigando contra o Parlamento’, critica Flávio Dino

FOTO: Divulgação

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), fez ontem uma crítica ao presidente Jair Bolsonaro, sem citá-lo, ao afirmar que o poder Executivo estimular manifestações de rua contra o poder Legislativo não cria soluções, mas, sim, desajustes institucionais.

“Eu não faço passeata contra o presidente da Assembleia Legislativa do meu Estado, acho muito ruim governar brigando contra o Parlamento. Não haverá solução no meio de uma confusão, de desajustes institucionais”, disse o governador, durante um evento sobre PPPs e concessões que ocorre em São Paulo.

Ao apresentar projetos do Maranhão que podem interessar à iniciativa privada, Dino citou quatro unidades prisionais que contam com 500 detentos cada. Segundo ele, o número de detentos cresceu nos últimos anos em razão de um esforço do governo para diminuir a taxa de homicídios. “Infelizmente, a demanda dos presídios é garantida, em razão da conjuntura que vivemos no nosso País”, disse.

por André Ítalo Rocha e Bárbara Nascimento da Agência Estado